logo

O Dom da Amizade: você é um amigo desagradável? (3/4)

logo

amizades-verdadeirasPergunta número 2: Você é um amigo desagradável?

Deixe-me sugerir três traços.

Primeiro: um amigo desagradável é rápido em criticar. Na minha opinião, há dois tipos de pessoas que têm mais dificuldade de fazer amigos. Uma é a pessoa que quer tanto ter amigos que não consegue entender o que significa ser um amigo. Tais pessoas são ignorantes socialmente. Elas não fazem perguntas. Elas veem o relacionamento como uma via de mão única. Tudo nelas denuncia: “Eu sou um vaso vazio pronto para você encher do seu amor, afirmação e curiosidade”.

O outro tipo que tem dificuldade de fazer amigos é a pessoa supercrítica. Tais pessoas têm uma opinião a respeito de tudo e devem verbalizar essa opinião para todos (provavelmente blogueiros!). Mais do que apenas oferecer a opinião, eles jorram um bombardeio implacável de negatividade. “O que despreza o próximo é falto de senso, mas o homem prudente, este se cala” (Provérbios 11.12).

Há algumas semanas eu estava em um carro com um senhor cristão que eu não conhecia. Eu fiquei impressionado com o freio que ele colocou em sua língua. Ele me fazia uma pergunta e quando ele via que nós podíamos não concordar completamente, ele simplesmente dizia: “Vejo que você já pensou sobre isso. Eu não preciso dizer mais nada”. Ele fez boas perguntas e guardou seus pensamentos para si mesmo, pois compartilhá-los não serviria para um propósito construtivo. Maus amigos compartilham cada pensamento, por mais críticos que sejam, como meios de autoexpressão. Eles não pensam na consequência das suas palavras ou se elas são necessárias em determinada situação.

Consequentemente, o amigo desagradável entra em um conflito que poderia ter sido evitado. “Não maquines o mal contra o teu próximo, pois habita junto de ti confiadamente. Jamais pleiteies com alguém sem razão, se te não houver feito mal” (Provérbios 3.29-30). É muito fácil arruinar amizades porque tivemos um dia ruim. É igualmente fácil entrar em uma discussão sem sentido por causa de sua própria inveja, insensibilidade ou hipersensibilidade. Amigos desagradáveis são rápidos em criticar.

Segundo: um amigo desagradável é irritante. Não estamos falando de personalidade ou temperamento. Algumas pessoas simplesmente nos irritam. Ok. Mas outras pessoas são completamente rudes. Pessoas rudes e irritantes não estão conscientes ou não se importam com costumes sociais e normas culturais. Isso parece ser um erro inocente, mas a Bíblia chama isso de pecado (1 Coríntios 13.5).

Provérbios nos dá dois exemplos concretos de como é ser irritante.

1) Ser chato. “O que bendiz ao seu vizinho em alta voz, logo de manhã, por maldição lhe atribuem o que faz” (Provérbios 27.14). Entendeu? Não seja a alma da festa quando acordar. (Crianças, isso se aplica a vocês também).

2) Não saber o seu lugar. “Não sejas frequente na casa do teu próximo, para que não se enfade de ti e te aborreça” (Provérbios 25.17). Se você é o tipo de amigo que chega sem ligar antes, nunca diz por favor ou obrigado, sempre espera que as pessoas esperem por você e não reconhece o seu papel como convidado, então você não é o tipo de amigo que as pessoas procuram.

Terceiro: um amigo desagradável não é confiável. Isso pode significar que você é um mentiroso descarado (Provérbios 23.10-11; 25.18). Mas a falsidade pode ser mais sutil. “Não te furtes a fazer o bem a quem de direito, estando na tua mão o poder de fazê-lo. Não digas ao teu próximo: Vai e volta amanhã; então, to darei, se o tens agora contigo” (Provérbios 3.27-28). Amigos desagradáveis não mantêm a palavra. Eles não devolvem favores. Eles não devolvem o que pegaram emprestado. Eles são tardios para ajudar e rápidos para buscar maneiras de evitar retribuir. Não se pode confiar que eles manterão a palavra.

Da mesma maneira, eles não têm cuidado com as próprias palavras. “Como o louco que lança fogo, flechas e morte, assim é o homem que engana a seu próximo e diz: Fiz isso por brincadeira” (Provérbios 26.18-19). Palavras machucam após serem lançadas, não importa que você diga qual era a sua intenção. Então seja cuidadoso. Se você não se importa com o efeito das suas palavras, as pessoas não vão confiar em você. E se você não é digno de confiança, você não será um amigo muito bom.

Por: Kevin DeYoung; Original: The gift of friendship and The godliness of good friends; Copyright © The Gospel Coalition; Website: TheGospelCoalition.org.

Tradução: Alan Cristie; Revisão: Renata do Espírito Santo; Original: O Dom da Amizade: você é um amigo desagradável? (3/4); Copyright © Voltemos ao Evangelho; Website:VoltemosAoEvangelho.com.

Deixe um Comentário

logo
logo