logo

Tiago fala de fé!

logo

A FÉ TESTADA

Tiago falou que nascemos da Palavra (1.18) – Por sua decisão ele nos gerou pela palavra da verdade

Ouvimos a Palavra (1.19) – Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir
Acolhemos a Palavra (1.23) – Aquele que ouve a palavra

Ouvir a Palavra e falar a Palavra não substitui o praticar a Palavra. Apenas ter uma confissão de fé religiosa não substitui o praticar a Palavra.
Tiago mostra que a maneira como nos comportamos indica o que realmente nós cremos sobre Deus. Não podemos separar relacionamento humano de comunhão divina.
Se alguém afirmar: “Eu amo a Deus”, mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê. 1 João 4:20
Nesse parágrafo, Tiago diz que nós podemos testar nossa fé pela maneira como nós tratamos as pessoas. Tiago diz que a fé verdadeira é conhecida pelo relacionamento imparcial com as pessoas.
Meus irmãos, como crentes em nosso glorioso Senhor Jesus Cristo, não façam diferença entre as pessoas, tratando-as com favoritismo. Tiago 2:1

Favoritismo e acepção de pessoas não são atitudes de um cristão. Dois visitantes entram na igreja: um rico e outro pobre. Oferecer maiores privilégios ao rico e desprezar o pobre é negar a nossa fé no Senhor da glória. Jesus não valoriza a pessoa pela cor da pele, pela beleza das roupas, ou pelo dinheiro. Jesus não julgava as pessoas pela aparência ou pelo dinheiro – “Mestre, sabemos que és íntegro e que ensinas o caminho de Deus conforme a verdade. Tu não te deixas influenciar por ninguém, porque não te prendes à aparência dos homens. Mateus 22:16
Jesus acolheu os ricos e os pobres; os religiosos e os publicanos; os doentes e as crianças; os israelitas e os gentios. A biblia nos orienta a fazermos o mesmo.
Abraão Lincoln disse uma vez: “Deus deve amar as pessoas simples, porque ele fez muitas delas”.
A ênfase de Tiago agora é sobre a soberana escolha de Deus – Ouçam, meus amados irmãos: não escolheu Deus os que são pobres aos olhos do mundo para serem ricos em fé e herdarem o Reino que ele prometeu aos que o amam? Mas vocês têm desprezado o pobre. Não são os ricos que oprimem vocês? Não são eles os que os arrastam para os tribunais? Não são eles que difamam o bom nome que sobre vocês foi invocado? Tiago 2:5-7

A salvação não está baseada em méritos humano nem mesmo em nossas obras. A salvação não pode ser comprada e nem merecida – “Porque Deus nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença.
Em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade,
para o louvor da sua gloriosa graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado.
Nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus, ” Efésios 1:4-7
Deus ignora diferenças nacionais (salvou Cornélio). Ele ignora diferenças sociais (salva senhores e escravos: Filemom e Onésimo).
A escolha divina não está baseada no que a pessoa tem – “Irmãos, pensem no que vocês eram quando foram chamados. Poucos eram sábios segundo os padrões humanos; poucos eram poderosos; poucos eram de nobre nascimento. Mas Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios, e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes. 1 Coríntios 1:26-27
É possível uma pessoa ser pobre neste mundo e ser rico no vindouro e vice e versa – “Ordene aos que são ricos no presente mundo que não sejam arrogantes, nem ponham sua esperança na incerteza da riqueza, mas em Deus, que de tudo nos provê ricamente, para a nossa santificação. Ordene-lhes que pratiquem o bem, sejam ricos em boas obras, generosos e prontos para repartir. 1 Timóteo 6:17-18
A essência da lei de Deus é o amor ao próximo como a nós mesmos. A questão não é quem é o meu próximo, mas para quem eu posso ser o próximo? É o cumprimeto de toda lei Amar e tratar as pessoas como Deus nos trata. O sacerdote e o Levita tinhasm uma fé “religiosa”. Eles serviam no templo. Mas eles falharam em viver a fé amando o próximo. A fé era de boca, mas estava morta. Quem não ama é transgressor da lei e se tropeçarmos em um único ponto, somos culpados da lei inteira. Nossa fé será finalmente provada no dia do juízo. E o que será julgado? Primeiro, nossas palavras: palavras de acepção, palavras de desprezo, palavras frívolas. Segundo, nossas atitudes também serão julgadas. Quando não usamos de misericórdia com as pessoas, estamos negando a nossa fé e atraindo sobre nossa cabeça o juízo de Deus – “porque será exercido juízo sem misericórdia sobre quem não foi misericordioso. A misericórdia triunfa sobre o juízo”! Tiago 2:13
Precisamos estar seguros de que praticamos as doutrinas que defendemos. O profeta Jonas tinha uma maravilhosa teologia, mas ele odiou as pessoas e estava irado com Deus. Sua vida não estava de acordo com a sua fé, sua “crença” estava em desarmonia com a sua conduta.

A fé testada é quando Deus deseja que vivamos aquilo que pregamos!

 

 

Fonte: Tiago – transformando provas em triunfo

Hernandes Dias Lopes

Um comentário para “Tiago fala de fé!”

  1. cida disse:

    Natália , lendo este estudo compreendo que temos que agir assim mesmo amar ao proximo principalmente se ele não tem o conhecimento das coisas de DEUS ,e também amar não só aqueles que estão na mesma denominação quem tem uma atitude é um verdadeiro farizeu , Deus te abençoes e te ilumine cada vez mais , sempre vou te adimirar 1° como mulher de DEUS como a pessoa que tu és .

Deixe um Comentário

logo
logo